quarta-feira, 4 de maio de 2011

ABRAÃO ERA JUDEU?


ABRAÃO ERA JUDEU?

      Pergunta: "Recentemente alguém me disse que Abraão não era judeu, mas caldeu. Também Isaque e Jacó não teriam sido judeus. Somente depois do filho de Jacó, Judá, eles teriam se tornado judeus (tribo de Judá). Tenho outra opinião, porque em Gênesis 11.10ss são mencionadas as gerações de Sem, onde aparece também Abraão. Pois os judeus vêm da descendência de Sem (semitas). E Abraão, em geral, é tido como patriarca dos judeus. Minha opinião está correta ou estou enganado?"


      Resposta: Na verdade Abraão ou Abrão, como ele se chamava inicialmente, não era judeu de berço. Gênesis 11.26-28 diz em relação à sua origem: "Viveu Tera setenta anos e gerou a Abrão, a Naor e a Harã. São estas as gerações de Tera. Tera gerou a Abrão, a Naor e a Harã; e Harã gerou a Ló. Morreu Harã, na terra de seu nascimento, em Ur dos caldeus, estando Tera, seu pai, ainda vivo." Sobre Ur lemos num dicionário bíblico: "Cidade muito antiga no sul da Babilônia, que se indentifica como Tell el-Muqayyar; ela estava situada na margem direita do rio Eufrates, a meio caminho entre Bagdá e o Golfo Pérsico. Tera e seus filhos – entre eles Abrão – nasceram em Ur e de lá se mudaram para Harã". Portanto, a pátria de Abraão ficava na Babilônia. Josué também salienta isso no seu "discurso à nação": "...Assim diz o Senhor, Deus de Israel: Antigamente, vossos pais, Tera, pai de Abraão e de Naor, habitaram dalém do Eufrates e serviram a outros deuses" (Js 24.2). Abraão de fato descendia de Sem, portanto era um semita, mas ele servia a quaisquer outros deuses babilônicos. Ter origem semítica ainda não significava ser o patriarca de Israel, mas simplesmente que Canaã lhe seria submisso, seria seu servo (Gn 9.26).

      A mudança só ocorreu em Gênesis 12. Ali houve um acontecimento que não apenas desestruturou o pequeno mundo de Abraão, mas que teve conseqüências que vão perdurar até o fim dos tempos. O Deus Soberano, o Criador dos céus e da terra, chamou um único homem, ordenou-lhe que deixasse sua terra e partisse para uma terra distante que Ele lhe mostraria. O Senhor não lhe disse o nome dessa terra. Por isso, Abraão não sabia em que se envolveria, mas creu na promessa que lhe foi dada a seguir: "de ti farei uma grande nação, e te abençoarei, e te engrandecerei o nome. Sê tu uma bênção!" (Gn 12.2). Embora somente seu neto Jacó tenha recebido o nome de Israel (Gn 32.28), isto não muda o fato de Abraão ser o patriarca do povo de Israel. Pois Abraão, Isaque e Jacó sempre são mencionados em conjunto, por exemplo, em Gênesis 50.24; Êxodo 33.1; Levítico 26.42; Números 32.11; Deuteronômio 1.8; Mateus 1.2; Lucas 13.28; Hebreus 11.8-9 e assim por diante. A base para isso é e continuará sendo a aliança de Deus com Abraão.

      O nome "judeus" muitas vezes é usado como sinônimo de Israel, mas deveríamos lembrar que isso não é historicamente exato, pois o reino de Davi se dividiu depois da morte de Salomão (930 a.C.). Formou-se, por um lado, o Reino do Norte (as dez tribos de Israel) e, por outro lado, o Reino do Sul (as duas tribos de Judá, os descendentes de Judá e Benjamim – veja 1 Reis 12). Depois do cativeiro babilônico, o nome "judeus" é usado de modo geral para os habitantes da Judéia. É interessante que no Novo Testamento Jesus é chamado de "Rei dos judeus" pelos estrangeiros (Mt 2.2; Mt 27.11, etc.), enquanto os próprios judeus o chamaram de "rei de Israel" (Mt 27.42). Atualmente não importa mais se um judeu ou uma judia descende de Judá, de Benjamim ou de qualquer uma das outras dez tribos. Usa-se a designação "judeus" genericamente para uma comunidade étnica que sobreviveu apesar de séculos de perseguição, porque Deus confirmou Sua aliança com Israel através de um juramento e conduzirá Seu povo para o alvo! (Elsbeth Vetsch)

Publicado anteriormente na revista Chamada da Meia-Noite

Você jamais será desamparado!


Você jamais será desamparado!

>> QUARTA-FEIRA, MAIO 04, 2011



Fui moço e agora já sou velho, contudo nunca vi desamparado um justo e nem sua descendência a mendigar o pão. Sl 37:25

Como essa passagem Bíblica no salmo 37 de Davi falou comigo no dia de hoje, a ponto de ser quase 12:00 am e estou aqui para poder compartilhar com você, querido leitor.

Meu irmão(a) que hoje enfrenta provações e privações, o nosso irmão Davi, declarou aqui com tanta sabedoria e verdade, inspirado pelo Espírito do Senhor que os justos são guardados e guiados, protegidos e amparados por Deus, nunca haveria de mendigar o pão. Jamais desamparados, pois Deus os guardaria.

Confie que Deus está no controle de sua vida e te guardando em todos os teus caminhos. O Senhor protege seus escolhidos e os socorre nos momentos de angustia. Nada nos faltará, pois Deus é fiel para guardar seus filhos. Precisamos aprender a confiar no Senhor e pela fé, adorarmos mesmo em meio as dificuldades.

Davi disse: Confia no Senhor e faze o bem. Habita na terra e vive tranquilo. v 3.

Deus deseja que vivamos em paz e tranquilidade de espirito com os nosso próximo, nossa família, com o nossos irmãos. Que tenhamos paz com todos e vivamos em harmonia, amando à Deus e aos homens. Que possamos viver para fazer o bem, e assim glorificarmos o nome de Jesus.

O Senhor te abençoe muito e derrame sua paz sobre a tua vida.

Pra. Thaís Itaborahy

Não deixe de visitar o blog e deixar seu apreço,


terça-feira, 3 de maio de 2011

Pastores José Wellington, Silas Malafaia, Manoel Ferreira e Samuel Câmara juntos na festa dos 100 anos da AD?


 4 de maio de 2011






A data para o início das festividades do Centenário das Assembleias de Deus no Brasil se aproxima, os eventos na cidade de Belém do Pára já foram divulgados e os nomes de alguns preletores já foram confirmados.


A ideia é tentar unir os líderes de todas as ADs nos dias 16,17 e 18 de junho, apesar das divisões e das diferenças de costumes.


Os principais líderes das Assembleias, os pastores José Wellington, Silas Malafaia, Samuel Câmara e Manoel Ferreira, foram convidados para programação, mas, até o momento, o único que ainda não confirmou sua presença foi o atual presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus do Brasil, o pastor José Wellington.


Apesar disso, há a expectativa de que ele participe, já que o convite foi protocolado na secretaria da CGADB.


Para engrossar a torcida para que os líderes estejam juntos nesta importante data para o pentecostalismo, está circulando na Internet uma campanha de oração para que as barreiras de costumes sejam derrubadas e os líderes estejam juntos nesta festividade.


Fonte: Gnotícias
A pergunta é: será que vai ser uma festa comemorativa que vai unir a centenária denominação? E depois do evento, tudo voltará ao normal? Será que um dia a Assembleia de Deus voltará a ser uma assembleia? E com Jesus às portas, chegaremos longe com tanta dissensão entre as lideranças da maior igreja evangélica do País? 


É esperar, torcer, crer, orar e agir.

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Traduções contemporâneas dos dez mandamentos


Traduções contemporâneas dos dez mandamentos


I Não terás outros deuses
Não crerás na existência de outros deuses, senão de Deus.
Não explicarás o universo senão em relação a Deus.
Não terás outro critério de verdade senão Deus.
Não te relacionarás com pseudodivindades, senão com Deus.
Não dependerás de falsos deuses, senão de Deus.
Não terás satisfação em nada que exclua Deus.


II Não farás imagens
Não tratarás como Deus o que não é Deus.
Não compararás Deus com qualquer de suas criaturas.
Não atribuirás poder divino a qualquer das criaturas de Deus.
Não colocarás nenhuma criatura entre ti e o teu Deus.
Não diminuirás Deus para que possas compreendê-lo ou dominá-lo.
Não adorarás qualquer criatura que pretenda representar Deus.


III Não tomarás o nome do teu Deus em vão
Não dissociarás o nome da pessoa de Deus.
Não colocarás palavras na boca de Deus.
Não te esconderás atrás do nome de Deus.
Não usarás o nome de Deus para te justificares.
Não te relacionarás com uma idéia a respeito de Deus, senão com o próprio Deus.
Não semearás dúvidas respeito do caráter e da identidade de Deus.


IV Lembra-te do sábado
Não deixarás de dedicar tempo exclusivamente para Deus.
Não deixarás de prestar atenção em Deus.
Não deixarás de descansar em Deus.
Não derivarás teu valor da tua produtividade.
Não tratarás a vida como tua conquista.
Não deixarás de reconhecer que em tudo dependes de Deus.


V Honra teu pai e tua mãe
Não negarás tua origem.
Não terás vergonha do teu passado.
Não deixarás de fazer as pazes com tua história.
Não destruirás a família.
Não banalizarás a autoridade dos pais em relação aos filhos.
Não deixarás teu pai e tua mãe sem o melhor dos teus cuidados.


VI Não matarás
Não tirarás a vida de alguém.
Não tirarás ninguém da vida.
Não negarás o perdão
Não farás justiça com tuas mãos movidas pelo ódio.
Não negarás ao outro a oportunidade de existir na tua vida.
Não construirás uma sociedade que mata.

VII Não adulterarás
Não farás sexo.
Não farás sexo na imaginação.
Não farás sexo virtual.
Exceto com teu cônjuge.
Não te deixarás dominar pelos teus instintos físicos.
Não terás um coração leviano e infiel.
Não te satisfarás apenas no sexo, mas te realizarás acima de tudo no amor.


VIII Não furtarás
Não vincularás tua satisfação às tuas posses.
Não te deixarás dominar pelo desejo do que não possuis.
Não usurparás a propriedade e o direito alheios.
Não deixarás de praticar a gratidão.
Não construirás uma imagem às custas do que não podes ter.
Não pensarás só em ti mesmo.


IX Não dirás falso testemunho
Não dirás mentiras.
Não dirás meias verdades.
Não acrescentarás nada à verdade.
Não retirarás nada da verdade.
Não destruirás teu próximo com tuas palavras.
Não dirás ter visto o que não vistes.


X Não cobiçarás
Não viverás em função do que não tens.
Não desprezarás o que tens.
Não te colocarás na condição de injustiçado.
Não desdenharás os méritos alheios.
Não duvidarás da equanimidade das dádivas de Deus.
Não viverás para fazer teu o que é do teu próximo, mas do teu próximo o que é teu.

Vi lá no Ed Rene Kivitz

sábado, 23 de abril de 2011

Pr. João Carlos Padilha de Siqueira - AD Presidente Prudente - Último adeus

sábado, 23 de abril de 2011


Pr. João Carlos Padilha de Siqueira - AD Presidente Prudente - Último adeus


Último adeus ao Pr. João Carlos Padilha
Imagem: Diário da Fé


Obreiros e assembeianos de todo o Brasil e do exterior foram a Presidente Prudente dar o último adeus ao pastor João Carlos Padilha de Siqueira, 44 anos, falecido neste dia 21 de abril, após uma luta contra o câncer.

O templo da AD da Rua Bela ficou muito pequena para as milhares de pessoas que estiveram na igreja, tanto no dia 21 como na sexta, 22.

No dia 21, quinta, foram realizados, desde a chegada do corpo, ás 9 e meia da manhã, três cultos, com a palavra de vários líderes.

Na sexta, ás 8 da manhã teve inicio o culto de despedida, todos eles dirigidos pelo patriarca pastor Carlos Padilha de Siqueira, 84.

O corpo saiu do templo por volta das 11 e meia, no carro do Corpo de Bombeiros, escoltado por seis policiais, e seguiu numa carreata seguida por centenas de carros e motos. No local do sepultamento lágrimas e choros e a ao descer o caixão, irmã Márcia , esposa, muito comovida se despediu cantando um hino que comoveu a todos.

No culto a palavra de líderes que lembraram o trabalho e exemplo deixado pelo pastor João Carlos.

O pastor presidente da AD Curitiba, Wagner Tadeu Gabi disse que o “mundo está vazio de modelos para serem imitados, mas que o trabalho do pastor João Carlos, nós podemos , sim , imitar” afirmou o líder.

O missionário brasileiro, radicado na Colômbia, pastor José Satiro dos Santos fez um telefonema e o áudio foi colocado para toda a igreja , e ele também registrou sua tristeza pelo passamento do jovem pastor.

O pastor Padilha ao apresentar o deputado Paulo Freire, citou o versículo “em todo o tempo ama o amigo e na angústia nascerá um irmão”, e com a voz embargada e chorosa, declarou o apoio dado pelo pastor nestes momentos difíceis que eles enfrentaram. Sempre que ia a região de Prudente, pastor Paulo Freire, realizava uma visita ao pastor João Carlos. Em suas palavras carregadas de emoção ele disse que ”o mundo ficava mais pobre, mas os céus ganhava”

Para o missionário Joel Freire a perda para a obra missionária foi irreparável, e afirmou que ele “amava a obra missionária e que o pastor João Carlos cumpriu a vontade de Deus para sua geração”.

O presidente do Conselho de Pastores da Cidade, o pastor presbiteriano Ismael Leandro, ressaltou que a cidade perdeu com sua morte.

O presidente da AD em Apucarana (PR) pastor Daniel Acioli trouxe uma palavra de conforto a todos.

O vice-presidente do Belenzinho, pastor José Wellington Jr também deixou sua mensagem comovido.

Para o presidente da Convenção Geral, pastor José Wellington Bezerra da Costa, ainda não dá para mensurar o tamanho da perda e ressaltou que “por onde ele passou deixou um rastro luminoso de um homem que amava o Senhor”.

Pastor João Carlos deixou a irmã Márcia, suas filhas Marcieli, Maressa e o filho João Carlos Jr e o genro Rodrigo Christen.

Ele presidia a Comissão de Contas da Convenção Geral e em seu lugar foi destacado o pastor presidente da convenção baiana Israel Alves. Fica agora a expectativa para o anúncio da nova direção da igreja em Prudente.

Parabenizo o Pr. Juarez Lima do Blog Diário da fé pela cobertura!

Visite o blog DIÁRIO DA FÉ

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Cenas horrorizantes! Gente queimada viva por causa de sua fé!

Cenas horrorizantes! Gente queimada viva por causa de sua fé!



22 de abril de 2011 |





Assisti a este vídeo e fiquei aterrorizado. As informações davam conta de que eram cristãos sendo perseguidos e queimados vivos por sua fé na Costa do Marfim. Chamei meu filho, que já se preparava pra dormir, e mostrei-lhe o horror sofrido por seguidores de Cristo em pleno século XXI. Espero que ele tenha conseguido dormir após ter assistido a isso. Ainda impactado, resolvi ler os comentários, e simplesmente desabei.
Leia abaixo alguns deles:



De repente, deparei-me com um comentário que deve ter passado despercebido pela maioria dos que assistiram e comentaram o vídeo, provavelmente por estar em inglês.

terça-feira, 5 de abril de 2011

justificação


A necessidade de justificação



A necessidade de justificação.

[Gl. 6: 4] Cada um examine a sua conduta, e então achará motivo de satisfação em sua própria pessoa, e não por comparação com outros.

Todo mundo tem o direto de defesa. É lei. E, a melhor defesa já disseram é o ataque. Então a primeira idéia de defesa que se tem na educação humana de auto defesa é nada mais, nada menos, que comparar sua vida com outras vidas que estejam piores que a sua, e, quanto pior, melhor para aumentar a satisfação e o consolo na defesa.

Nessa intuição quando a pessoa examina sua conduta e acha motivo de reprovação, só ver uma saída, camuflar seus erros por traz dos erros alheios. Dessa forma comparando-se aos piores torna seus erros “melhores”. Ate que possa dar um jeitinho brasileiro de se sair. A melhor defesa só é o ataque, quando não se pode se defender, isso sim.

Mas quando o centro da educação da pessoa está firmado na fé dos ensinamentos de Cristo, a satisfação da sua conduta está em sua própria pessoa, e não por comparação com outros. A fé e a boa conduta são inseparáveis. Juntas formam a consciência cristã e perpetra história em experiência com Deus sobre o libertar e o dar vida com abundância. A boa consciência da fé faz da conduta da pessoa uma legislação em estatutos, normas e testemunhos que sustenta qualquer defesa na pratica da justiça a fim de nutrir uma vida social cristã na liberdade e na dignidade.

Para este homem de fé, a necessidade de justificação, não se justifica nem para o propósito da necessidade de receber a salvação! Porque ele sabe, com efeito, que se a sua integridade não superar a dos homens, não entrará no Reino do Céu. [Mt. 5: 20]. Assim quando se sente culpado, procure urgentemente a reconciliação, porque sobre a sua culpa pesa um julgamento.

Luiz Clédio Monteiro 
Fundador da Rede Social Cristã

sábado, 2 de abril de 2011

Deus no banco dos réus



1 DE ABRIL DE 2011 | 





Que a mente humana é cheia de limitações e erros isso não é novidade para ninguém. Que, além disso, temos visto milhares (para não dizer milhões) de gafes que são cometidas pelos homens (pastores, líderes e quem ache que seja formador de opinião) com relação a Deus e a teologia, também não preciso me alongar aqui. Diariamente aparecem novos métodos revolucionários, que prometem solucionar a vida de qualquer cristão em qualquer lugar do mundo. Seja isso por meio de ofertas, dízimos, compra de partes no céu, diploma de semideus e assim por diante.












Leia mais

Não Chore... Ele está vivo! | Categorias: Música, Vídeos


Não Chore... Ele está vivo! | 



Melodia, harmonia e ritmo. Assim compõe-se as boas canções. Com essa música não poderia ser diferente. Estava com saudades de ouvi-la. Ouvi e trouxe esse vídeo para compartilhar com todos aqui no blog. Abaixo deixo a tradução da mesma.


Leia mais

A temerosa Teologia de Marco Feliciano



 2011 | 



Quem nunca assistiu uma mensagem, nunca vibrou ou se emocionou com o famoso pastor Marco Feliciano atire a primeira pedra. Conheço alguns que até falam como ele, usam roupas parecidas, e confesso que eu mesmo por muito tempo o admirei e ouvi suas mensagens. Mas Deus é bom, e quando peguei gosto pela leitura da Bíblia logo as diferenças das mensagens pregadas e o que a Bíblia dizia surgiram. 

Notoriamente sua teologia é duvidosa, muita criatividade e pouca Bíblia sempre marcaram suas ministrções. Desde um suposto apelo insistente de Jesus a Deus pai para mandar o Espírito Santo ( Espirito Santo o Agenciador Missionário), passando pela hierarquia angelical (Anjos no Céu e Guardiões na Terra) até a doutrina do "Não toquei nos meus ungidos" onde ele mesmo não pode ser criticado (O Sonho de José).

Agora, recentemente, toda sua doutrina vêm a nível nacional quando sua declarações racistas e discriminatórias estão sendo analisadas pela corregedoria da Câmara. Como segue na notícia abaixo retirada do Site UOL.


Notícia:

O caso envolvendo o deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP), que afirmou nessa quarta-feira (30), no Twitter, que os "africanos descendem de um ancestral amaldiçoado", deverá será analisado pela Corregedoria da Câmara dos Deputados. A presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, deputada Manuela d’Avila (PCdoB-RS), disse que irá encaminhar as mensagens do parlamentar para o órgão.

Em seu perfil na rede de microblogs, Feliciano disse: “africanos descendem de ancestral amaldiçoado por Noé. Isso é fato. O motivo da maldição é polêmica. Não sejam irresponsáveis twitters rsss”. Em seguida, outra mensagem, afirma que “sobre o continente africano repousa a maldição do paganismo, ocultismo, misérias, doenças oriundas de lá: ebola, Aids. Fome...(sic)”, afirmou Feliciano, que também é empresário e pastor evangélico.


Para Manuela d’Avila, as declarações são “bem graves” e “lamentáveis”. “Esse argumento religioso que justifica o racismo foi usado pela Igreja Católica há dois séculos para justificar a escravidão”, afirmou a parlamentar, em entrevista ao UOL Notícias.

A deputada disse que irá reunir as mensagens, apresentar na próxima reunião da Comissão e encaminhá-las à Corregedoria. “É o espaço adequado para se julgar e para que ele [Feliciano] possa se defender”, disse.

Para a parlamentar, é possível que, dependendo da decisão da Corregedoria, o caso vá parar no Comitê de Ética da Casa. “Na minha opinião, imunidade parlamentar não protege o crime de racismo. É garantido o direito da opinião, desde que honrada a Constituição”, afirmou D’Avila.

Por telefone, Feliciano disse que as mensagens foram publicadas por assessores, sem a sua aprovação. O parlamentar afirmou também que não considera as mensagens racistas. "Não foi racista. É uma questão teológica", disse. "O caso do continente africano é sui generis: quase todas as seitas satânicas, de vodu, são oriundas de lá. Essas doenças, como a Aids, são todas provenientes da África", acrescentou.

Após o contato da reportagem com a assessoria de Feliciano, a primeira mensagem foi apagada. Depois da entrevista ao UOL Notícias, o parlamentar republicou a mensagem.

Hoje, quase 20h depois das declarações, o deputado negou ser racista também no Twitter. "Tenho raízes negras como todos os brasileiros. Bem como dos índios e também europeus! Rejeito essas calunias infames! Aqui não seus desalmados", disse Feliciano.

Marco Feliciano foi eleito deputado federal nas eleições do ano passado, com mais de 211 mil votos, e diz ter 30 mil seguidores no Twitter. "Sou afrodescendente, meu nariz é largo, meu cabelo é crespo. Tenho apoio do líder do movimento dos negros, pastor Albert Silva, de São Paulo", defendeu-se.

Albert Silva, no entanto, nega que apóie Feliciano e discorda das opiniões do parlamentar. "As considerações dele são de foro íntimo. Como pastor negro e militante do movimento negro, eu considero um absurdo essa visão teológica do deputado. Viola o sentido explícito do relato bíblico", afirma.

No perfil do deputado no Twitter, há também várias mensagens direcionadas a homossexuais. O deputado afirma que vários internautas da comunidade gay o perseguem e convoca os “cristãos” a despejarem mensagens nas páginas de seus críticos. Em seguida, o parlamentar listou uma série de usuários do Twitter que supostamente o atacam.


Fonte: UOL

sexta-feira, 25 de março de 2011


Deserto - A escola de Deus ( Parte 1)

>> TERÇA-FEIRA, MARÇO 22, 2011

Então Jesus foi levado pelo Espiríto ao deserto para ser tentado pelo diabo. ( Mt 4:1).

A solidão do deserto

Jesus, o filho de Deus estava com 30 anos de idade e tinha chegado a hora de Deus manifestar o seu grande amor através do seu Filho amado.

Jesus foi até o rio Jordão para ser batizado nas nas águas por João Batista, seu primo. Quando Jesus saiu das aguas, os céus se abriram sobre ele e o Espirito do Senhor desceu sobre Jesus em forma de pomba e Jesus ouviu uma voz que dizia: Este é o meu filho amado, em quem minha alma se compraz. ( Mt 3:13-17)

Jesus estava obedecendo a tudo o que o Pai tinha lhe dito que fizesse. Trinta anos tinhamse passado.
Meu queridos irmãos, existe um tempo de preparação para as nossas vidas até que possamos ser usados pelo Senhor. Deus não escolhe vasos prontos, Ele molda vasos para usar. Jesus esperou trinta anos, e com isso eu não digo que ele não estava preparado,simplismente aprove a Deus manifestar sua graça através de Jesus depois dele ser um homem.

Eu não sei quando Deus irá te usar, mas sei que Ele está te preparando para o louvor da sua glória. É necessário que você se apresente obediente ao Senhor. Sendo assim o processo é menos dolorido e longo.

Logo depois do batismo, chegou o momento da tentação. O engraçado é que não foram os demonios que levaram o Senhor ao deserto, senão o próprio Espirito Santo.

Deus prova a nossa fé, obediência, persistência, humildade, confiança e tudo mais o que você imagina. Deus não nos tenta com o mal, porém permite que o inimigo nos ataque para nos testar, não porque Deus deseje que sejamos repeovados, mas ao contrário, depois de sermos provados e aprovados, somos mais fortes e confiantes no Senhor. Podemos com mais ousadia, testemunhar a respeito de Cristo.

O deserto serve de escola. No deserto aprendemos a dar valor as bençãos que Deus nos dá. Nosso carater é transformado e somos moldados a imagem de Cristo.

Você nunca será provado além das suas forças. Deus sempre te dará o escape. Seja confiante. Jesus foi levado pelo Espirito e não foi abandonado por ele  lá sozinho. Você também não está sozinho nesta tua caminhada pelo deserto. Deus está do teu lado,e Ele te ajudará a vencer as dificuldades.

Moíses escreveu assim: Lembra-te-ás de todo o caminho pelo qual o Senhor teu Deus te guiou no deserto durante esses 40 anos, para te humilhar e te provar, para saber o que estava no teu coração, se guardaria ou não os seus mandamentos. Ele te aflingiu, e te deixou ter fome; depois te sustentou com maná que não conhecias... (Dt 8: 2-3)

No deserto Ele tira o teu orgulho;
No deserto Ele prova o teu coração; Se es obediente ou não a sua palavra.
Nos deserto Ele também nos prova que estará sempre conosco. Ele sempre nos surpreende.

Sabendo que Deus usa de desertos como sendo uma escola, vamos passar por ele sendo melhores alunos. Dura coisa é ficar de recuperação no final do ano e pior ainda é ser reprovado.

Deus abençoe a cada leitor deste blog.

Essa mensagem terá uma sequência. Espero vocês sempre aqui. Sua visita é muito preciosa para nós.

Pra. Thaís Itaborahy

Por um instante ele tocou o coração de Jesus...

>> DOMINGO, MARÇO 20, 2011

Jesus estava se retirando logo após um dia de muito trabalho ensinando a multidão que o seguia e recebendo as criancinhas para abençoá-las quando derrepente se aproxima de Jesus um homem correndo que se prosta aos seus pés dizendo: Bom Mestre, o que eu preciso fazer para herdar a vida eterna? Jesus lhe responde dizendo: Porque me chamas bom, ninguém é bom senão um só, e esse é Deus. E continuou Jesus a lhe dizer: Sabes os mandamentos: Não adulterarás; não matarás; não furtarás; não dirás falsos testemunhos; não roubarás; honre teu pai e tua mãe. Ele respondeu: Mestre, tudo isso tenho feito desde de a minha mocidade. Jesus olhando para ele o amou, e disse: Falta-te uma coisa: vai,  vende tudo o que tens, dá aos pobres, e terás um tesouro no céu. Então vem, e segue-me. Mc 10: 17-21

Esse homem que a palavra de Deus não relata seu nome ficou desesperado quando viu Jesus e correu aos seus pés se prostando e perguntando acerca do reino. Ele sabia que a resposta estava diante dele. Ele tinha vontade de herdar a vida eterna e aproximou-se daquele que tinha a resposta para lhe dar. Desde de sua infancia tinha aprendido a temer a Deus e obedecer seus mandamentos. Tinha chegado a hora da decisão crucial da sua vida.

Quando o jovem responde para o Mestre que tudo fazia desde  de a sua infância, a palavra relata que  Jesus o amou. Você leitor, consegue imaginar o sentimento de Jesus ouvindo alguém dizer assim: Senhor, tenho cumprido com o que tu me ordenastes através de Moíses até o dia de hoje, sem faltar em nada. O coração de Jesus se encheu de amor por ele, afinal de contas, Jesus sempre o tinha conhecido. ( Sl 139).

Mas além daquilo que o homem sempre fez durante sua juventude, Jesus estava lhe pedindo algo mais. Vai e vende tudo o que tens e dá aos pobres. Jesus sabia que o coração dele estava apegado nas coisas terrenas o que lhe impediria de segui-lo, pois o fiho do homem, segundo a palavra, não tinha onde colocar sua cabeça ao dormir.

O coração do jovem rapaz se entristeceu, pois ele era muito rico. E logo ele foi embora triste, perdendo assim a oportunidade de ser um discípulo chegado e amigo de Jesus, um colaborador para o reino dos céus, também perdeu a chance de herdar o que por tanto tempo ele buscou, a vida eterna.Clique aqui se você não sabe o que deve fazer para herdar a vida eterna.

Jesus nos chama para sua presença, perdoa os nossos pecados e nos dá a vida eterna. E também nos diz que devemos tomar a nossa cruz e seguir após Ele. Isso significa caminhar após seus passos. E no entanto, você por muitas vocês não consegue abrir mão dos teus sonhos mais intimos. Jesus irá te pedir para abrir mão de tudo o que te separa Dele. No caso deste homem seria o dinheiro, talvez no seu caso seja o trabalho; um amigo que não te faz bem, um namoro que não seja da vontade de Deus, um direito que você crer que possiu, mais como filho de Jesus você precisa se humilhar e deixar Deus julgar a causa. Entre milhões de outros aspectos.

Eu me lembro que quando eu comecei a ir na igreja, eu tinha um carro zero, porque eu trabalhava em um restaurante e ganhava muito bem. Trabalhava 3 dias na semana e o salário era ótimo. Logo comecei a ir na igreja e minha vida musou completamente. A noite, eu não queria estar no restaurante e sim na igreja, porque lá eu me sentia bem e em paz. O meu ambiente de trabalho já não era tão bom, era inadequado para uma menina que tinha acabado de conhecer Jesus e queria ter um compromisso sério com Deus. Todo mundo era descrente e fazíamos muita festa. Fiquei lá durante 1 mês e depois fui despedida porque meu ex patrão disse que para crente aquele não era um lugar adequado. ( Glórias a Deus por isso.) Aconteceu que voltei a trabalhar em um Dunkin Donuts, muito alegre e feliz. Preguei para muita gente lá dentro. Porém, eu tinha que trabalhar 3 vezes mais e o meu sálario era 3 vezes menor. Iria eu glorificar a Deus e ama-lo do mesmo jeito? Deveria eu murmurar? As consequencias foram obvias. Logo não pude mais pagar um carro zero, mas sem problema, voltei a ter o meu velhinho e passei o zero para minha mãe. O que eu mais queria era Jesus. Dinheiro e carro zero jamais me troxeram a felicidade e a certeza do amor eu hoje eu tenho dentro de mim.

E se eu não tivesse aberto mão de ter aquele trabalho? Concerteza eu não estaria tanto na igreja, o que me impediria de conhecer mais a Deus e também de estar nas orações, o que me levou a ter várias experiencias com o Senhor. 

Cuidado com as suas escolhas. As escolhas que fazes hoje, infuenciará o teu amanha com Jesus.

 Onde está teu tesouro, estará também o teu coração. O coração deste homem ficou junto com os seus bens aqui na terra. Você deve fazer o impossível para que o teu coração esteja sempre com o teu Jesus. Não fique ansiosa quanto as coisas desta terra. Deus cuidará de você. Mt 6. Com isso não estou dizendo que ninguém deva para de trabalhar ou estudar. Pelo contrario. Você se esforça e Deus te ajuda. O preguiçoso terá com a formiga.

Não se esqueça de tomar a tua cruz e seguir após Jesus. Ele não quer que sais pela rua com uma cruz de madeira nas costas, como um fariseu, e sim o desejo do Senhor é que cada um de nós leve em sim as marcas do evangelho da graça. Siga os passos de Jesus em tudo o que fizeres. Como? O que faria Jesus se ele estivesse  no meu lugar?

Um abraço grande para todos os leitores deste blog. Uma semana cheia de vitórias para cada um. Obrigada por passar por aqui. Deus te abençoe.

Pra Thaís Itaborahy