sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

AGIR OU ESPERAR? Existe uma batalha espiritual sendo travada nas regiões celestiais (Efésios 6.10-18) e o resultado dessa guerra reflete-se na vida das pessoas aqui na terra. Três grandes exércitos estão envolvidos nessa batalha: O regimento do Inferno composto por demônios, o exército de anjos celestiais e a multidão de crentes em toda terra. Os dois primeiros digladiam entre si e o terceiro movimenta a guerra por meio das intercessões e suplicas. O objetivo da batalha é a conquista do coração humano e o domínio do que acontece sobre a terra. Satanás impele o seu exército com o propósito de dominar a mente humana e infringir destruição (João 10.10) enquanto os anjos são enviados de Deus para defender aqueles que O temem (Salmo 34.7). O homem intercede! Em Daniel 6.13 aponta que Daniel orava três vezes ao dia enquanto a batalha espiritual era travada nas regiões celestiais. No verso 22 o anjo do Senhor traz livramento a Daniel. Ele orava três vezes ao dia! Jesus ordenou aos cristãos que vivessem em continua oração e vigilância (Mateus 26.41). Todo esse contexto indica que a postura vencedora nas coisas que acontecem em sua vida está diretamente ligada à sua conduta quanto a oração. Você está plenamente satisfeito com tudo que está acontecendo? Existem coisas em casa, no trabalho, na igreja ou acontecendo com pessoas que você ama e que você tem certeza de que essas coisas não são boas? Existem coisas que precisam mudar? Qual a tua postura com relação a oração? Você gasta tempo orando? Infelizmente, muitas pessoas estão entregues ao “destino”, ou seja, estão esperando para ver o que acontece. Alguns se acomodam e pedem para outros orarem, mas nada substitui a sua oração. Paulo ordena que os cristãos orem sempre e em todo tempo e lugar (Efésios 6.18). Ele diz de uma postura mental de oração. Isso significa condicionar a mente em meditar e pensar em Deus buscando seu auxilio e favor. Não adianta ficar chorando pelos cantos e lamentando com todo mundo que você encontra: As pessoas não são o seu chapolin colorado. Você precisa de Deus! Precisa se posicionar como guerreiro na batalha espiritual e despertar a fé no seu coração de que para Deus nada é impossível (Lucas 1.37) e o que é impossível para os homens passa a ser possível para aquele que crê (Marcos 9.23). Então, vai ficar aí parado ou vai orar?

AGIR OU ESPERAR?
         Existe uma batalha espiritual sendo travada nas regiões celestiais (Efésios 6.10-18) e o resultado dessa guerra reflete-se na vida das pessoas aqui na terra. Três grandes exércitos estão envolvidos nessa batalha: O regimento do Inferno composto por demônios, o exército de anjos celestiais e a multidão de crentes em toda terra. Os dois primeiros digladiam entre si e o terceiro movimenta a guerra por meio das intercessões e suplicas. O objetivo da batalha é a conquista do coração humano e o domínio do que acontece sobre a terra. Satanás impele o seu exército com o propósito de dominar a mente humana e infringir destruição (João 10.10) enquanto os anjos são enviados de Deus para defender aqueles que O temem (Salmo 34.7). O homem intercede!
         Em Daniel 6.13 aponta que Daniel orava três vezes ao dia enquanto a batalha espiritual era travada nas regiões celestiais. No verso 22 o anjo do Senhor traz livramento a Daniel. Ele orava três vezes ao dia! Jesus ordenou aos cristãos que vivessem em continua oração e vigilância (Mateus 26.41).
         Todo esse contexto indica que a postura vencedora nas coisas que acontecem em sua vida está diretamente ligada à sua conduta quanto a oração. Você está plenamente satisfeito com tudo que está acontecendo? Existem coisas em casa, no trabalho, na igreja ou acontecendo com pessoas que você ama e que você tem certeza de que essas coisas não são boas? Existem coisas que precisam mudar?
         Qual a tua postura com relação a oração? Você gasta tempo orando?
         Infelizmente, muitas pessoas estão entregues ao “destino”, ou seja, estão esperando para ver o que acontece. Alguns se acomodam e pedem para outros orarem, mas nada substitui a sua oração. Paulo ordena que os cristãos orem sempre e em todo tempo e lugar (Efésios 6.18). Ele diz de uma postura mental de oração. Isso significa condicionar a mente em meditar e pensar em Deus buscando seu auxilio e favor.
         Não adianta ficar chorando pelos cantos e lamentando com todo mundo que você encontra: As pessoas não são o seu chapolin colorado. Você precisa de Deus! Precisa se posicionar como guerreiro na batalha espiritual e despertar a fé no seu coração de que para Deus nada é impossível (Lucas 1.37) e o que é impossível para os homens passa a ser possível para aquele que crê (Marcos 9.23).
         Então, vai ficar aí parado ou vai orar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário